Brasil permite cinco projetos de energia eólica no esquema REIDI

O Brasil permitiu que cinco projetos de energia eólica com uma capacidade combinada de 147 MW entrassem no Regime Nacional de Incentivo ao Desenvolvimento de Infraestrutura (REIDI) e emitissem debêntures de infraestrutura.

Os esquemas também têm o status de projetos prioritários necessários para acelerar sua implementação.

Cada um dos parques eólicos do estado brasileiro da Bahia – Ventos de São Januário 03, 05, 06, 10 e 11 – tem capacidade de 29,4 MW. O investimento combinado nos projetos é estimado em mais de BRL 618.65 milhões (USD 164.78m / EUR 144.92m). Seu custo após o REIDI é de R $ 123,73 milhões por projeto, com um período de execução de 1º de janeiro de 2023 a 1º de janeiro de 2024.

O REIDI, lançado em 2007, concede incentivos fiscais a empresas que investem em projetos de infraestrutura nos setores de transporte, energia, saneamento e irrigação.

FONTE: Redação – Portal O Petróleo

0 comentários

deixe um comentário