Vestas é a primeira empresa a instalar 100 GW de potência eólica

Com a implantação da turbina V110-2.0 MW no projeto Wind XI da MidAmerican Energy, em Iowa (EUA), a empresa de aerogeradores Vestas atingiu um importante marco.

Vestas alcançou um novo recorde nos seus 40 anos de história no final de 2018, chegando aos 100 GW de turbinas instaladas em todo o mundo..

Anders Runevad, CEO da empresa dinamarquesa Vestas, comemorou “Somos pioneiros no mercado de energia eólica em todo o mundo há 40 anos e instalar 100 GW junto dos nossos clientes e parceiros é algo que nos deixa extremamente orgulhosos, pois destaca o quão longe a Vestas e a energia eólica chegaram. É também um prazer comemorar esse marco com um cliente tão importante como a MidAmerican Energy.

Atingir esse objetivo exigiu inovação contínua, forte compromisso e excelente execução por parte de todos os funcionários da Vestas. Além disso, os 100 GW instalados representam uma base fundamental que nos permite desenvolver as soluções de energia sustentável do futuro”.

Em 1979, a Vestas inaugurou a turbina V10-30 kW na Dinamarca. Desde essa altura, a empresa instalou mais de 66 mil turbinas eólicas em mais de 70 países, desempenhando um papel importante no desenvolvimento da energia. Hoje em dia, a maior turbina terrestre (V150-4.2 MW) ultrapassa os 4 MW de potência.

Vestas e as emissões CO2

Durante o seu percurso para atingir os 100 GW, a empresa da Dinamarca forneceu soluções sustentáveis (e economicamente eficiente) para responder às necessidades energéticas no Mundo. Assim, ajudou a evitar a emissão de mais de 100 milhões de toneladas de dióxido de carbono para a atmosfera.

Ultrapassando o limite de 100 GW, a Vestas instalou cerca de 10% de capacidade de energia solar e energia eólica a nível mundial, representando 1 terawatt.

O projeto Wind XI da MidAmerican Energy chegará a 2000 MW no ano 2019, sendo incorporado em vários parques em Iowa, Estados Unidos. Com as turbinas V110-2.0 MW desenvolvidas pelas fábricas da Vestas no Colorado, este projeto prevê aumentar a eficiência e obter uma energia limpa a partir do vento, distribuindo pelos clientes da MidAmerican Energy. A manutenção e a operação dos parques serão realizados através de contrato de manutenção de 10 anos (AOM 5000).

A marca de 100 GW só foi alcançada por causa da contínua evolução tecnológica das soluções da Vestas, permitindo aumenta a eficiência na transformação de energia eólica em eletricidade. E, nos mercados onde a empresa atua, a eletricidade ficou mais barata.

FONTE: Portal Energia.

 

0 comentários

deixe um comentário